sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Sim, eu sinto a sua falta!


Apesar de você odiar o que eu amo...
...eu sinto a sua falta
Apesar de tudo que você falou, de o quanto isso me magoou...
...eu sinto a sua falta
Apesar de você por tudo a perder em troca de nada...
...eu sinto a sua falta
Apesar de eu saber muito bem que você está errada...
...eu sinto a sua falta
Apesar de você impor o que eu não quero...
...eu sinto a sua falta
E apesar de eu ainda estar com raiva e decepcionada...
...eu mesmo assim, sinto a sua falta.
Mas não vou dar o braço a torcer
Pois aprendi muito bem com você, como ser uma cabeça dura!

2 comentários:

Anne Plötzlich disse...

As vezes temos que ser tolerantes com certas coisas.

Uma grande amizade não pode terminar assim. E todo esse orgulho só vem para atrapalhar, tanto de um lado como de outro. É necessário o esquecimento de algumas ações, para prezevar o que é inesquecível.

PriX disse...

Tenho certeza que mesmo decepcionada, magoada a amizade continua ali...amizade nem sempre é aceitar tudo, e passar a mão na cabeça é saber silenciar e falar qndo preciso...

Abs.